MPF recorre de decisão que levou Adriana Ancelmo à prisão domiciliar

A instituição alega que não há fatos novos que justifiquem a avaliação da ministra Maria Thereza de Assis Moura, feita de forma monocrática

via Valor Econômico – Empresarial http://ift.tt/2okfsvE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s