História

A disposição natural no Dr. Carlos Antonio de Castro Soares para a carreira no Direito despertou desde cedo, ao lado do pai, parceiro de profissão, exemplo e grande companheiro, o respeitado advogado Carlos Soares Junior.

Dr. Carlos Soares Junior

Dr. Carlos Soares Junior

Carlos Soares Junior foi jornalista atuante, radialista consagrado das emissoras Educadora e Bandeirantes de Campinas; Bacharel em Ciências Contábeis pela Academia São Luiz, de São Paulo; Membro Fundador da Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo, e Delegado Seccional do Conselho Regional de Contabilidade de Campinas.

Entretanto, com com inegável realização recebeu, em 1957, seu certificado de Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela 1ª Turma da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Campinas- PUCC.

Dedicou-se ao Direito com o ardor de quem sabe só ser possível aprimorar a sociedade com a Lei e a Justiça. Participou ativamente da fundação de sindicatos e organizações de classe.

Reconhecido e admirado por sua extrema competência, pela firmeza de caráter, dignidade e integridade, foi convidado a exercer diversos cargos públicos e administrativos. Aceitou alguns dos cargos para os quais foi convidado ou eleito. Entretanto, livre pensador, independente, nunca se deixou seduzir pela vaidade da política.

Dentre os cargos que exerceu estão:

  • Juiz titular do Tribunal de Impostos e taxas do Município;
  • Diretor Tesoureiro/ Fundador da Associação dos Advogados de Campinas;
  • Professor de Direito da Universidade Católica de Campinas, Cadeira de Direito Comercial;
  • Diretor Financeiro da Companhia de Habitação Popular de Campinas;
  • Secretário Municipal de Finanças do Município de Campinas;
  • Secretário dos Negócios Jurídicos de Campinas;
  • Membro da Comissão de Obras e Urbanismo de Campinas;
  • Membro da Comissão do Código de Obras e Urbanismo do Município de Campinas;
  • Diretor Administrativo da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano de Campinas;
  • Secretário do Fundo de Apoio à População de Sub-Habitação Urbana da Secretaria de Promoção Social da Secretaria Municipal de Campinas;
  • Membro da Superintendência de Regularização de Loteamentos e Arruamentos Urbanos da Prefeitura Municipal de Campinas;
  • Co-Autor do Programa Legislativo da Concessão de Direito Real do Uso de Imóveis Municipais;
  • Co-Autor do Sistema de Passes do Transporte Coletivo de Passageiros do Município de Campinas.

Sobre ele foi dito, quando nomeado Secretário de Justiça, que “valia seu peso em Urânio, pois é sabido por todos que jamais patrocina uma causa ilegal”(Correio Popular, 1977).

Gentil, elegante, discreto, culto, admiravelmente competente, justo. Íntegro.

Ao longo de 52 anos foi advogado titular da Associação Comercial e Industrial de Campinas, onde também conviveu, alguns por mais, outros por um pouco menos tempo, com os demais membros da equipe deste escritório, até ser forçado a encerrar sua brilhante carreira, em janeiro de 2009, aos 89 anos, data de seu falecimento.

Pai e filho trabalharam juntos, diariamente, como colegas, companheiros e amigos, por 40 anos.

Foi este o modelo no qual moldamos nossos princípios; nosso Código de Ética.

Ética, honra, honestidade são valores inegociáveis.

Anúncios